ABREVIAÇÕES NO INGLÊS INFORMAL

Alcançar a fluência significa dizer que você consegue ler, escrever, ouvir e falar em inglês, tanto na linguagem formal quanto na informal.

Nos cursos aprendemos a forma correta de escrever cada palavra, mas assim como os brasileiros, os nativos da língua inglesa utilizam muitas abreviações nos momentos de conversa informal, como por exemplo na internet e no celular. Não é a forma que estamos acostumados a ver, mas é bastante utilizado porque, de uma forma ou de outra, é o que facilita a comunicação entre as pessoas.

Nós utilizamos “bj”, “tbm”, “vc”, “xau”, “ñ”, e outros, que nos ajudam a nos comunicar de forma mais rápida e prática, principalmente em mensagens pelo celular.

Vejamos agora alguns exemplos no inglês:

 

  • XO – kisses. (despedir-se com beijos)
  • U – you (você)
  • BRO – brother (irmão)
  • SIS – sister (irmã)
  • 2 – too, to ou two (também, para ou dois)
  • ASAP – as soon as possible (o quanto antes; o mais cedo possível)
  • LOL – laughing out loud (rindo muito alto)
  • CUL – see you later (até logo)
  • 2DAY – today (hoje)
  • 2MORROW – tomorrow (amanhã)
  • MU – miss you (saudade de você)
  • HRU – how are you (como você está?)
  • & – and (e)
  • PLS – please (por favor)
  • GR8 – great (ótimo)
  • B4 – before (antes)

 

Não é difícil encontrar umas dessas formas por aí e é provável que surja dúvidas, mas com o contato diário com o idioma rapidamente você assimila as palavras.

Se você gostou da dica, fique ligado aqui no blog. Tem post novo todos os dias!

XO :*

 

================================================================================

Quer turbinar seu inglês? Baixe agora mesmo o e-Book Super Dicas para Fluência Gratuitamente e descubra qual o seu perfil de aprendizado e quais são os 5 passos para acelerar seu aprendizado!

ebooksuperdicasimagem

5 Dicas de Inglês para o ENEM

Os pré-vestibulandos e vestibulandos sofrem, pois no “mundo” deles não existe lazer, diversão e, a única coisa interessante e importante, é a dedicação a muitas horas por dia aos livros.

Então, nada como algumas dicas para facilitar a vida deles na hora da prova de inglês no ENEM.

Considere que a prova de inglês do ENEM possui 5 questões contextualizadas e boa parte dos textos são curtos, a interpretação dos mesmos de uma forma correta fará com que você seja considerado um vencedor ou um perdedor. E você com certeza, não quer ser um perdedor, quer?

Então vamos às dicas:

6 Dicas para Escrever Bem em Inglês

Se você escreve as frases muito longas, tom vago, adjetivação excessiva, textos que exigem maior esforço para serem compreendidos, falta de concisão, repense sua escrita, pois para o inglês moderno isso é considerado pobreza de estilo. 

O inglês moderno considera a simplicidade, a clareza, a riqueza de detalhes e a sequência lógica de ideias como suas características fundamentais para uma boa escrita.

Veja a seguir algumas dicas para uma boa redação: 

1. Existe em inglês uma coisa chamada de outline– funciona mais ou menos assim: você foca nos pontos importantes da sua ideia, possibilitando a disciplina do seu pensamento até estabelecer uma sequencia lógica. Um outline nada mais é do que  um esboço e nele tem que ter introdução, desenvolvimento e conclusão.

2. Em inglês não existe frase sem sujeito – toda oração em inglês tem um sujeito e a regra é que o sujeito está sempre antes do verbo. Diferentemente do português e com exceção do modo verbal imperativo. Quando não existe sujeito, ou ele é neutro, nós usamos o pronome IT.

Exemplo: Está nevando. (sujeito inexistente)  It’s snowing.

3. Use frases curtas – dê preferência as frases curtas, pois se você escrever com frases longas, seu texto via ser mais difícil de ser entendido e vai se tornar mais cansativo em comparação às frases curtas. Vale lembrar que os textos em inglês contêm mais pontos finais do que vírgulas se forem comparados com os textos em português.

4. Seja o mais sucinto possível e evite o uso de palavras desnecessárias – pelo uso abusivo de algumas palavras, elas deixaram de ter qualquer significado e foram consideradas modismos, servindo apenas para conferir tom de intelectualidade e às vezes confundir. Algumas delas são: absolutely, actually, really, it seems to me, etc.

5. Apresente fatos em vez de opiniões – seja o mais objetivo possível, pois todo  texto deve se limitar  a fatos. Não imponha o leitor ao seu julgamento. Deixe que ele (o leitor) forme o seu próprio julgamento.

6. Use sempre os “words of transitions” – consideradas as palavras que mantém conexão lógica. São as conjunções, advérbios, preposições, etc. e servem para estabelecer uma relação lógica entre frases e ideias. Em português fazem isso usando – mas, porém, contudo, embora …etc.

Além dessas dicas acima mencionadas, existem muitas outras que facilitarão na hora de escrever um texto em inglês, mas por enquanto essas te ajudarão com certeza.

Espero que tenha ajudado!