Sacada Ninja para Fluência Inglês

Muitas pessoas se perguntam: qual a melhor atividade em inglês para conseguir avançar mais rápido e com mais qualidade rumo a fluência?
Olha ouvir é sem dúvida a melhor forma de evoluir para a fluência desenvolvendo a capacidade de comunicação em tempo real. Se dedicar a leitura não vai trazer nenhum prejuízo, pelo contrário você irá ampliar seu vocabulário, ficar mais íntimo das estruturas do idioma, escrever melhor, mas não necessariamente falar e entender com mais rapidez.
Nada impede que você leia livros , artigos ou qualquer coisa do seu interesse em inglês. Sem problemas. Mas, afim de produzir mais rapidez e capacidade de comunicação áudio-livros são mais eficientes. Vamos descobrir o porquê?
Olhe como as crianças adoram ouvir histórias, já percebeu? E já percebeu como elas absorvem vocabulário rapidamente e usam as estruturas do idioma de forma intuitiva sem sequer uma aula formal? Elas aprendem super rápido só com os ouvidos mesmo quando o cérebro humano ainda está em formação.No caso, você pode usar esta estratégia com aulas personalizadas como as Curso Propulsão para Fluência, áudio-livros e outras fontes de entrada auditiva do idioma e adicionar um ingrediente que vai produzir um resultado ainda melhor. Você pode combinar leitura com audição.
Ou seja, ouvir é muito bom e ler também, mas quando você combina os dois na mesma atividade você retém as informações por mais tempo na memória de longo prazo e reduz seu tempo de aprendizado e evolução. O esforço para manter esta informação é menor. Por isso, que as tentativas de memorizar listas de palavras é inútil. Não há contexto, os estímulos são poucos – você lê e tenta memorizar – e, além de tudo, é anti-natural. O cérebro humano simplesmente não aprende assim! Você por acaso já viu algum pai dar uma lista de palavras para seu filho memorizar. Você fez isto para aprender português? E porque cargas d´água as pessoas querem aprender inglês assim? Isso é chato e não funciona, ponto.
As crianças não podem fazer isso porque ainda não são alfabetizadas. Mas para adultos é uma estratégia ninja para evoluir rápido. Isso se chama sinestesia, a junção de estímulos múltiplos – vários sentidos – para produzir resultados melhores em menor tempo.Fica a dica!

Como Aprender Falar Inglês Fazendo o que Gosta.

 

Hoje vamos  compartilhar com você uma sacada que fez toda a diferença para mim  quando eu estava aprendendo inglês. Mas antes de falar sobre ela eu quero falar o porque as aulas dos cursos de inglês podem ser tão entediantes.

Se você já passou por um cursinho de inglês sabe do que eu estou falando. As aulas muitas vezes  são sobre coisas que não tem nada a ver com você. Tudo bem, tem assuntos que são universais como fazer o check-in no hotel, ir a um restaurante, etc.

Mas eu cansei de ver alunos desestimulados por ter que fazer aulas totalmente desinteressantes. As vezes a pessoa gostava de rock, mas a música da aula era uma balada dos anos 80. Outras vezes a pessoa não tinha o menor interesse por política, mas tinha que assistir uma aula sobre o sistema eleitoral americano.

O resultado disso é que as pessoas tinham um rendimento medíocre. Não por culpa delas, mas porque o nosso cérebro é altamente seletivo. Ele procura armazenar somente as informações mais relevantes  para o indivíduo. Como a pessoa não tinha interesse nos assuntos, o que acontecia? Ele retinha muito  pouco do vocabulário e acaba achando o inglês chato. Talvez você tenha passado por isso.

Para Ter Resultados Diferentes Faça Diferente

E aí que vem a sacada que quero compartilhar com você. Alimente sua paixão. Associe o aprendizado de inglês as coisas que você mais gosta. Se você curte música, ou um estilo musical em especial em inglês alimente sua paixão se divertindo e aprendendo ao mesmo tempo.

Eu por exemplo sempre gostei de ler e ver filmes. Quando estava aprendendo inglês pegava meus livros  favoritos em inglês para relê-los. Sempre gostei de ler a Bíblia. O que eu fiz? Comprei uma versão em inglês.  Comecei a assistir meus filmes prediletos em inglês.

O que aconteceu? Dentro de pouco tempo e dei um salto de produtividade. Minha pronúncia e listening melhoraram drasticamente por causa dos filmes e meu vocabulário também cresceu de uma maneira incrível,  e o melhor de tudo é que eu fiz isso sem sofrer. Eu estava me divertindo, eu estava alimentando minha paixão.

Não importa o que você gosta. Se você conseguir relacionar isso ao seu aprendizado de inglês e alimentar sua  paixão seja ela empreendedorismo, moda, fitness, séries de tv, música ou qualquer outra coisa que desperte  seu interesse você irá avançar a passos largos rumo a fluência.

É isso pessoal. Alimente sua paixão e relacione ela de alguma forma ao inglês e você vai voar!

No Curso Propulsão para Fluência as aulas com temas relevantes e interessantes foram desenvolvidas para que você aprenda usar corretamente o idioma como ferramenta aplicando a gramática de maneira contextualizada. Ou seja, os alunos aprendem a medida que vão usando o inglês de maneira natural focando no desenvolvimento da capacidade de se comunicar, ou seja, realmente falar inglês.

Para saber mais sobre como isso pode funcionar para você clique aqui

 

Dá para Aprender Inglês Sozinho?

 

Muita leitores de nosso blog nos enviam e-mail perguntando se é possível aprender inglês sozinho. Alguns já estão cansados de se inscrever em cursos de inglês e parar no meio do caminho. Outros afirmam que a falta de tempo não os permite ser um aluno regular. Cada um tem sua história e seus motivos.

Bem, nós acreditamos que a resposta para esta pergunta seja: sim e não. Confuso? O que queremos dizer é que estudar sozinho pode funcionar bem para uns e definitivamente não funcionar para outros. Não são todas as pessoas que possuem o que é necessário para aprender sozinho. No entanto, se há pessoas que aprendem a programar, jogar futebol e tantas outras atividades por conta própria, então, há também aqueles que tem um predisposição a aprender pelo método auto-didata.

Se você deseja aprender por conta própria deverá levar em conta que ninguém irá cobrar nada de você, por tanto, sua consciência é seu guia. Se você tem dificuldades de concentração ou pouca disciplina este não será um objetivo fácil, ainda que possível. As vantagens são inúmeras uma vez que você poderá determinar seu tempo e a velocidade do seu avanço.

Banner2

 

O que o aluno auto-didata deve ter em mente é que ele terá de correr atrás de seu material de estudo. Neste caso a internet é muito valiosa. Você poderá aprender dicas valiosas acompanhando blogs como o nosso, e seguindo páginas do Facebook que postam dicas e novidades periodicamente. Poderá usar podcast para praticar o listening, ampliar seu vocabulário e desenvolver sua capacidade de raciocínio em inglês.

Além disso, para ter sucesso aprendendo inglês sozinho você precisa de um meio de praticar o que vem aprendendo. Algumas pessoas possuem amigos que falam inglês e praticam com eles, outros utilizam comunidades online ou até mesmo se inscrevem em curso de inglês online para poder praticar o que aprenderam. De qualquer forma o importante é ter regularidade e praticar sempre para ter êxito no “self-taught method” (método de auto aprendizagem).

Nós acreditamos que com perseverança e regularidade você pode pode sim aprender sozinho, ainda mas se obtiver ajuda para isso. Nós disponibilizamos um material de alta qualidade com aúdio e apostilas para que você tenha acesso ao melhor conteúdo e possa acelerar seu aprendizado. Além disso, você pode interagir com outras pessoas na sala de bate-papo para praticar e tirar suas dúvidas com o tutor.
Para acelerar seu aprendizado otimizando seu tempo e resultados clique aqui

 

Banner2

5 Segredos Infalíveis para Aprender Inglês em Tempo Recorde

 

1) Use o Tempo ao seu Favor! 

De longe, o fator mais importante é quanto tempo você está imerso no idioma. Quanto mais tempo você passar com a língua, mais rápido você vai aprender inglês. Isso significa ouvir, ler, escrever, falar e se envolver com o inglês.

 

2) Aprenda com os ouvidos!

A maioria das pessoas foca sua atenção no aprendizado visual, por isso, na maioria das vezes, desenvolvem a habilidade de ler e até escrever, mas não conseguem entender nativos falando e travam na hora de falar. Fique sua atenção no aprendizado auditivo e irá avançar muito mais rápido em direção a fluência.

 

3) Aprenda Vocabulário Contextualizado!

Construa seu vocabulário, você vai precisar de muito. Comece a observar como as palavras vêm juntas em frases. Aprenda estas palavras e frases através de leitura e audição. Em hipótese nenhuma crie uma lista de palavras para memorizar. Saber um monte de palavras isoladas não vai te ajudar a desenvolver seu raciocínio em inglês e muito menos a combiná-las em frases coerente. Se você já tentou fazer isso sabe que é um desastre. Foque sua atenção em aprender vocabulário contextualizado.

 

4) Assuma responsabilidade!

Se você não quer aprender a língua, você não vai. Se você quer aprender a língua, assuma o controle. Escolha conteúdo de seu interesse, e que o estimula no aprendizado.

 

5) Relaxe e divirta-se! 

Não se preocupe sobre o que você não se lembra, ou pode ainda não entender, ou ainda não pode dizer. Não importa. Você está aprendendo e melhorando.  A linguagem vai gradualmente se tornar mais clara em seu cérebro, mas isso vai acontecer em um momento que você não pode controlar. E, sobretudo,  não se esqueça de se divertir ! .Associar sua paixões ao aprendizado irá potencializar ainda mais sua evolução

 

No Curso Propulsão para Fluência as aulas foram desenvolvidas para que você aprenda usar corretamente o idioma como ferramenta aplicando a gramática de maneira contextualizada. Ou seja, os alunos aprendem a medida que vão usando o inglês de maneira natural focando no desenvolvimento da capacidade de se comunicar, ou seja, realmente falar inglês.

Para saber mais sobre como isso pode funcionar para você clique aqui

 

Aceite o Inglês e Evite Comparações

Hoje neste artigo eu quero falar brevemente sobre 2 pontos que são fundamentais para se atingir a fluência em inglês. Muitas pessoas ficam estagnadas por causa destes dois fatores que vou abordar aqui.

1 – Aceite o idioma

Há pessoas que não aprendem inglês simplesmente porque lutam contra ele. Eu já cansei de ouvir a expressão “mas em português é assim”. Apesar de algumas semelhanças, especialmente na escritas de algumas palavras de origem latina como “style”, por exemplo, na maior parte das vezes as diferenças estruturais e fonéticas são bem acentuadas. É preciso aceitar as coisas que são diferentes de nossa língua.

2 – Evite as comparações

Cada um tem seu próprio ritmo. Muitas pessoas se sentem frustradas ao se compara com outras pessoas que parecem estar evoluindo mais rápido. Está não é uma boa coisa a se fazer. Possivelmente você também está evoluindo mais que uma outra pessoa, mas seu instinto de comparação o faz enxergar apenas as pessoas que cresceram mais do que você.

Pense em você. O mais importante é que esteja evoluindo a cada dia, aperfeiçoando suas habilidades. Seu alvo é ser melhor amanhã do que você é hoje e não superar alguém.

E para saber todos os detalhes sobre meu Curso Exclusivo Completo e sair do completo zero ou onde estiver em relação ao inglês em rumo à fluência em tempo mais rápido e com mais qualidade sem “ficar travado” clique aqui ou na imagem abaixo

Banner2